Artefacto Curitiba traz a natureza para novas vitrines

-->

   Caroline Andrusko

   Caroline Andruko traz sua leitura particular da natureza.

 

“Nada mais atual do que escolher cores e texturas que simbolizem a natureza para 2020 e humanizar o ambiente. Em nossos projetos buscamos essa arquitetura atemporal, que se encaixe nas tendências de mercado, mas sem datar. Valorizamos o uso de texturas diferentes, como tecidos e madeira”, conta Carol Andrusko. Os tons neutros como fendi e cinza foram aplicados com a intensidade do verde oliva, uma das fortes tendências para este ano. O resultado é um ambiente com frescor e texturas para despertar os sentidos, onde é possível sair do online e aproveitar o que está a volta, o simples e o natural.

 

Anna Loyola & Kethlen Ribas Durski

A natureza como co-arquiteta no processo de elaboração conceitual. Foi a linha de partida para Anna Loyola & Kethlen Ribas Durski para um espaço sensorial, que permita relaxar e se reconectar. Para isso, elas aplicaram texturas e cores que remetem aos elementos naturais. Grandes janelas dão vez ao jardim externo, em uma conexão com pedra, madeira e algodão usados no projeto. “A nossa motivação era apresentar um ambiente que neutralizasse o excesso de informações que temos hoje. Por isso, apostamos no minimalismo, que deixaram o espaço amplo e fluído”, conta Anna. Na paleta de cores, os tons neutros, como bege e branco, contrastam com o verde. O mobiliário é todo Artefacto Beach & Country, com tecidos e tramas que estão diretamente ligados à natureza, de maneira elegante e atemporal.

 

Retrofit Ivan Wodzinsky

Outra novidade será o retrofit de Ivan Wodzinsky para o terraço. Nessa nova configuração, o espaço ganhou muitos lugares para sentar e receber amigos e família, com mescla de móveis outdoor e indoor. O resultado é um ambiente que se integra a natureza de forma orgânica.